Geral

Criminosos aplicam golpes na OLX e Whatsapp

A ação atroz recorrente e pouco conhecido pelo público, tem ganhado espaço notório nas Delegacias de Polícia. Entenda detalhes da ação desses criminosos.

Como acontece

Um anunciante publica um anúncio no site de vendas, OLX, em questão de segundos o criminoso liga. Muito ardiloso, ele ludibria a vítima e se passa por um administrador interino do site, explica que precisa confirmar um código que chegará via mensagem sms para liberar o anúncio, informa os primeiros números do código e pede os últimos números.

A queda

No instante em que confirma o código, a vítima perde o controle sobre o Whatsapp; não conseguindo acessar nem no aplicativo e nem na modalidade web. 

Isso acontece porque a vítima não se dá conta que a mensagem recebida é para troca do número. O número é alterado.

Ao tentar restaurar a conta os prazos vão aumentando de 40 minutos para 7 horas, de 7 horas para 11 horas.

Ação criminosa

Quando domina a conta, os criminosos se passam pela vítima, acionando todos os contatos, falando com amigos, parentes, contatos profissionais, solicitam um depósito em uma quantia considerável e passam a conta de terceiros junto ao número de CPF.

Informação Policial

Na Delegacia de Polícia Civil, o investigador orientou: nunca confirmar nenhum tipo de código ou CFP seja por sms, e-mail, Whatsapp ou ligação. Não divulgar número de telefone nos anúncios de vendas.

O segundo relato, obtido na Polícia Federal, descreve que os golpes têm sido frequentes em diversos sites de venda, inclusive no Facebook. Em alguns casos, conseguem invadir redes sociais, linhas telefônicas e rastrear endereços das vítimas. Nos casos mais graves, se passam pela vítima, vão até o local de venda atender o comprador interessado, fecham negócio, recebem o sinal (quantia recebida antes para garantir a venda) e a vítima acaba incriminada e perseguida pelo comprador que se tornou vítima do criminoso.

Vítimas se acumulam nas redes, acompanhe os depoimentos.

 

Contato com as empresas OLX e Whatsapp

Nossa equipe entrou em contato com a equipe do Whatsapp e do OLX e não obteve retorno até o momento da publicação da matéria.

A OLX enviou a seguinte resposta:

Para ler o tópico enviado no e-mail clique aqui.

O espaço continua aberto, caso desejem se manifestar.